Dos 36 mil pinguins que nasceram em 2017, apenas 2 sobreviveram



Desde o início de 2017, apenas 2 dos 36 mil pinguins-de-adélia sobreviveram até a temporada de acasalamento, a catástrofe, segundo os cientistas, se dá graças às alterações climáticas, a dissolução das geleiras e a falta de comida proveniente da caça desenfreada na Antártica.
Há 4 anos, a mesma colônia que tinha mais de 20 mil pares de pinguins também não sobreviveu. A WWF insiste que haja um santuário de proteção aos animais pois além das mudanças climáticas, a pesca desenfreada de Krill é praticamente um atestado de morte para milhares de pinguins.

“O risco de abrir esta área à exploração da pesca de krill”, que desfalcaria a base alimentar dos pinguins-de-adélia, enquanto “tentam recuperar-se de dois catastróficos fracassos reprodutivos em quatro anos é impensável”, foi categórico o chefe dos programas polares da WWF, Rob Downie.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.