Terra pode entrar em estado de aquecimento global irreversível


Estudo internacional alerta para o crescente aumento da temperatura terrestre e o fato de poder chegarmos a um ponto onde não há mais volta


A temperatura aumenta, o gelo presente na Terra começa a derreter, o branco característico do gelo é um dos grandes responsáveis por refletir parte da radiação solar, sem ele, consequentemente a temperatura sobe mais, além do desmatamento massivo das florestas, essas que ajudam a resfriar a Terra, todo esse combo intensificado pela ação humana leva o planeta a um aquecimento contínuo das temperaturas médias globais, chegando a um aumento 4 ou 5 graus acima do que foi previsto.

Hoje, a Terra tem uma média de temperatura 1ºC acima da média pré-industrial, aquecendo cerca de 0,7ºC a cada década, os pesquisadores afirmam que a situação é reversível até o 2ºC, após isso, iremos passar pelo chamado Ponto de inflexão, onde os danos serão irreversíveis.

Ao alcançar o ponto de inflexão, muitos lugares do mundo passarão a ser inabitáveis, de acordo com a pesquisa publicada no periódico da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, seria a temperatura global mais alta já alcançada entre 1,2 milhões de anos, calcula-se que o nível dos mares e dos rios poderá aumentar até 60 metros, além do aquecimento da água do mar que causaria a morte dos recifes de corais, grandes responsáveis pela produção de Oxigênio da Terra (eles são responsáveis por 70% da produção de Oxigênio).


Além disso, segundo uma das autoras, Katherin Richardson, nada garante que ao chegar à marca de 2ºC a Terra não queira continuar aumentando sua temperatura, o planeta pode se habituar e ir aumentando gradativamente, levando à catástrofes incalculáveis.

Eu espero estarmos errados, mas como cientistas temos a responsabilidade de analisar se isto é real ou não”, disse Johan Rockström, diretor executivo do Centro de Resiliência de Estocolmo ao jornal britânico The Guardian. “Precisamos de saber. É muito urgente e uma das maiores questões existenciais na ciência”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.